Entenda a relação que há entre a candidíase e os órgãos genitais femininos

Fortemente reconhecida por afetar os órgãos genitais femininos, a candidíase é uma doença infecciosa que, de 80 a 90% de suas incidências, é causada pelo vírus candida (da família candida albicans). Por mais que esteja diretamente associada com os prejuízos gerados à rotina das mulheres, a candidíase é uma doença que também pode acometer outras partes do corpo e, em algumas delas, chegar a interferir inclusive no dia a dia das pessoas do sexo masculino. Conheça, portanto, algumas dessas partes do corpo que podem sofrer com a percepção e com a consequente instalação da candidíase:

  • Boca;
  • Unhas;
  • Garganta;
  • Pele;
  • Órgãos genitais masculinos.

Conheça os diferentes tipos de candidíase

É por também conseguir se desenvolver em diferentes parte do corpo que, na prática, a candidíase pode ser categorizada em diferentes tipos. Isto é, enquanto a candidíase vaginal se apresenta como uma das mais tradicionais formas da doença, a candidíase peniana se caracteriza por afetar os órgãos genitais masculinos. Neste caso, a doença também pode ser chamada de balanopostite.

A candidíase oral, por sua vez, pode ser diagnosticada em idosos, crianças e pacientes com diabetes. Dificuldades para engolir e a perceção de pequenas aftas na região da boca podem ligar o sinal de alerta com relação ao desenvolvimento da candidíase do tipo oral. Por fim, as candidíases de esôfago e da pele também se fazem presentes.

Fatores de risco

De maneira semelhante perante o que ocorre com outras doenças de cunho sexual, a candidíase também possui alguns fatores de risco, que, por razões óbvias, devem ser plenamente evitados. Conheça os principais deles:

  • Elevação nos níveis de estrogênio;
  • Uso de antibióticos de largo espectro;
  • Sexo sem proteção;
  • Consumo excessivo de carboidratos e/ou gorduras em geral.

Gostou de saber mais detalhes a respeito da candidíase? Para agendar uma consulta com um médico especialista nesse tipo de doença, clique aqui!

 

Facebook Comments

Posts Relacionados

Deixe o seu comentário