Entenda a relação que há entre a doença celíaca e a intolerância ao glúten

Desenvolvida em função da intolerância ao glúten, a doença celíaca é percebida assim que o organismo de um determinado paciente passa a sofrer dificuldades na absorção de alimentos como vitaminas, sais minerais e água. De sérias consequências, a doença celíaca também está diretamente associada com a ingestão de pratos como doces, bolos, pães, salgados e demais nutrientes ricos em glúten, uma das proteínas que melhor integra esses alimentos.

O que é a doença celíaca?

Se pudesse ser definida em pouquíssimas palavras, a doença celíaca poderia ser classificada enquanto um mal autoimune e baseado em uma condição crônica que, dentre outros fatores, afeta o intestino delgado de crianças e adultos geneticamente predispostos. Tecnicamente, a doença celíaca também pode vir a causar espécies de atrofias na mucosa do intestino do paciente afetado pelo problema.

Distinta da intolerância ao trigo ou da sensibilidade ao glúten, a doença celíaca também pode ser percebida através de cansaço em excesso ou da recorrente presença de dores abdominais. Também em função disso, a doença celíaca pode ser categorizada em três diferentes tipos. São eles:

  • Assintomática;
  • Clássica;
  • Não clássica.

Enquanto o tipo clássico é normalmente originado (e percebido) na fase infantil do paciente que passa a se alimentar com papinhas e alimentos mais pastosos, o modelo assintomático da doença nada mais é do que um mal que não se apoia em qualquer manifestação aparente da doença. Por último, a doença celíaca não clássica é percebida através de uma maior irritabilidade por parte do paciente, que também passa a contar com pouco ganho de peso e altura.

Fatores de risco

Para encerramos esse fundamental artigo com chave de ouro, também é necessário destacar quais são os fatores de risco que melhor permeiam a rotina dos pacientes que sofrem com esse mal. Embora a doença celíaca possa afetar toda e qualquer pessoa, alguns aspectos de risco precisam ser considerados. São eles:

  • Síndrome de Turner;
  • Síndrome de Down;
  • Artrite reumatóide.

Procura saber mais detalhes sobre a incidência da doença celíaca? Clique aqui e fale com um especialista!

 

 

 

 

Facebook Comments

Posts Relacionados

Deixe o seu comentário